Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Nedjem
Esforçado
Esforçado
Feminino Número de Mensagens : 826
Reputação : 0
Data de inscrição : 22/11/2008
Localização : São Paulo - S.P.

ENTREVISTA: BIO Empty ENTREVISTA: BIO

em Qui Ago 27 2009, 22:02
ENTREVISTA: BIO

1- Qual seu nome completo?
2- Como encontrou a AG?
3- Qual seu Tópico favorito?
4- Conhece alguém da AG pessoalmente? Quem?
5- Tem algum hoby? Se sim, qual?
6- Quantas perguntas por post?
7- Prefere perguntas pessoais, genéricas, non sense...?
8- O que não devemos perguntar?
9- Por que pediu para ser entrevistado?
10- Quem gostaria de entrevistar?

________________________________

"IATROS”
Sakuragome
Sakuragome
Administrador
Administrador
Feminino Libra
Número de Mensagens : 4879
Reputação : 98
Idade : 34
Data de inscrição : 07/12/2008

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Sex Ago 28 2009, 19:14
1 - O que costumava fazer quando criança e agora não faz mais?

2 - Qual seu livro favorito?

3 - Do que vc gosta na AG?

4 - Vai em outros fóruns?

5 - Faz faculdade ou vai fazer de que '-'?

6 - Sabe tocar algum instrumento musical?

7 - Como vc se define?

8 - Vai em eventos de anime?

9 - Qual foi o primeiro mangá que leu e anime que viu?

10 - O que mais gosta de fazer na sua cidade?

11 - Que lugares quer conhecer?

12 - Como vc define um amigo?

13 - Tem alguma supertição?

14 - O que mais odeia nas pessoas?

15 - Qual seu número favorito?

________________________________

===========================
ENTREVISTA: BIO AmigodePaacutescoaAg_zps21fd7472


Spoiler:


ENTREVISTA: BIO Toradora-Minorin

Obrigada filinho Noob <3


ENTREVISTA: BIO 140320011809140816 Minha querida família  ♥️

ENTREVISTA: BIO 140320051516551654 Forever *-*

Spoiler:
ENTREVISTA: BIO Yuuko_sign


ENTREVISTA: BIO Sakuragome_sain5

Muchas gracias maninhos *---*
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 10:35
1- Qual seu nome completo?
sereP avliS oibáF. Ninguém me chama assim.

2- Como encontrou a AG?
Num passado distante, quando entrei no serviço público e percebi que absolutamente tudo era bloqueado, procurei um Fórum pra matar o tédio. Eis-me aqui.

3- Qual seu Tópico favorito?
Não tenho favoritos, mas tenho preteridos: não gosto muito dos joguinhos do tipo "o que você acha da pessoa acima?".

4- Conhece alguém da AG pessoalmente? Quem?
Luna, Aya, May, Frank, Darkness, Mennphys, Agá, Thomaz, Lucas Battousai, Zado, Litz, Lully, Diego, Under, Ikaro, Rê, Malka, Origami, Valada, acho que só!

5- Tem algum hoby? Se sim, qual?
Tenho alguns! Acho que, disputando o primeiro lugar ficam o rugby e escrever! Um dia já foi tocar trompete, mas não mais. E escutar música não dá pra considerar hobby, acho.

6- Quantas perguntas por post?
Quantas quiserem, não sou fresco!

7- Prefere perguntas pessoais, genéricas, non sense...?
Gosto de perguntas que me façam pensar, eu acho.

8- O que não devemos perguntar?
Coisas que me comprometam (muito).

9- Por que pediu para ser entrevistado?
Pessoas importantes geralmente tem uma biografia póstuma e essa biografia é baseada em documentos que deixavam exposta a personalidade e tal. Tenho fé.

10- Quem gostaria de entrevistar?
Thomas Kalnoky!
Stéf
Stéf
Promissor
Promissor
Feminino Gémeos
Número de Mensagens : 109
Reputação : 0
Idade : 29
Data de inscrição : 16/07/2009
http://www.greenpeace.org/brasil/

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 10:41
1 - Bio, por que diabos nós não nos conhecemos?
2 - Se pudesse ter três desejos realizados, quais seriam?
3 - Cola Cola ou Fanta uva?
4 - Tem algum fetiche?Qual?
5 - Livros ou filmes?
Lunática
Lunática
Promissor
Promissor
Feminino Sagitário
Número de Mensagens : 399
Reputação : 0
Idade : 27
Data de inscrição : 19/11/2008
Localização : Rio Grande do Sul
http://www.fotolog.com/lunaticapj

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 11:11
Tomei liberdade e roubei algumas das perguntas que tu fez pra mim, misturadas com outras.

1. Explique porque tu acha Thomas Kalnoky um cara tão foda.
2. Em que momento tu acha que percebeu a dimensão do Santos Futebol Clube na tua vida?
3. Se pudesse editar 5 leis federais, quais seriam?
4. "Nunca fica mais fácil". Tu realmente acredita nessa frase?
5. Qual tu acha que é a tua característica mais marcante, que as pessoas logo que te conhecem, percebem?
6. Fidelidade ou lealdade?
7. O que uma pessoa não pode ser/fazer pra estar no teu círculo de amigos?
8. De todos os shows que tu já foi - e que não foram poucos -, algum em especial te "marcou" mais? (e que fique claro que eu não falo dos hematomas hahaha).
9. Se tivesse que escolher uma música, agora, pro atual momento da tua vida, qual seria?
10. Se pudesse mudar uma coisa em ti, o que seria?
11. Se pudesse mudar uma coisa em mim, o que seria?
12. "Essa porra é ou não é o verdadeiro movimento?"
13. Qual a sensação de estar em uma festa estranha, com gente estranha e do nada tocar Tokyo Ska Paradise Orchestra? hahaha
14. O que acha dos noticiários brasileiros, vertendo sangue?
15. Qual o efeito que a internet teve na tua vida?
16. Quem é a pessoa com melhor gosto musical que você conhece - depois de você mesma, claro?
17. Depois de ter trabalhado no abrigo, teu comportamento em geral, mudou muito? Se sim, por quê?
18. O que acha sobre a pena de morte?
19. O que é pior e por que:
a - estou gostando de outra;
b - não tenho mais o menor tesão em você.

20. Já sabe qual vai ser a tua primeira tatuagem?
21. Em que consiste a palavra "amizade", pra ti?
22. Se pudesse mandar uma mensagem para o Corinthians, nessa data tão especial para os gambás, qual seria? =x hahahaha



:******


Última edição por Lunática em Ter Set 01 2009, 11:40, editado 1 vez(es)

________________________________

"Normalmente me disfarço em linhas feitas pra pensar."
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 11:14
1 - O que costumava fazer quando criança e agora não faz mais?
Assistia televisão sem ser pra passar o tempo. Explico. Hoje, pra mim, a televisão faz a ponte entre um compromisso e outro. “Deixa eu assistir aqui 15 minutos de TV antes de ter que resolver o problema X.” Antigamente o evento era assistir TV e comer bolacha.

2 - Qual seu livro favorito?
Difícil, mas acho que é “O Guia do Mochileiro das Galáxias”. O humor é tão real que beira o sem-sentido.
“Ora, seria uma coincidência tão absurdamente improvável que um ser tão estonteantemente útil viesse a surgir por acaso, por meio da evolução das espécies, que alguns pensadores vêem no peixe-babel a prova definitiva da inexistência de Deus. O raciocínio é mais ou menos o seguinte: ‘Recuso-me a provar que eu existo’, diz Deus, ‘pois a prova nega a fé, e sem fé não sou nada.’ Diz o homem: ‘Mas o peixe-babel é uma tremenda bandeira, não é? Ele não poderia ter evoluído por acaso. Ele prova que você existe, e portanto, conforme o que você mesmo disse, você não existe. Quod emt demonstrandum”

3 - Do que vc gosta na AG?
Gosto dos amigos que fiz nela. De avaliar o pensamento das pessoas, tentar entender as limitações dos outros, etc.

4 - Vai em outros fóruns?
Ia, quando era estagiário. Hoje, não to mais na Vara. (piada de advogado mode on)

5 - Faz faculdade ou vai fazer de que '-'?
Faço Direito. E não sei se quero ser advogado. Fui vítima das circunstâncias.
“But they gave it to you so you might as well be proud of it
I don’t know where we went wrong. All I know now is I gotta do something, right?"

6 - Sabe tocar algum instrumento musical?
Sei tocar trompete e um pouco de sax. Na parte de percussão, toco todos os instrumentos de bateria de escola de samba com relativa facilidade.

7 - Como vc se define?
Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.
Por Álvaro de Campos

Sou simples e legal,
Parceiro e leal.
Valho menos que um real
Se chover, não faz mal.
Por Bio

8 - Vai em eventos de anime?
Já fui e iria de novo, dependendo da companhia. Mas acho aquilo a Vala Comum da qual tanto fujo.

9 - Qual foi o primeiro mangá que leu e anime que viu?
Anime: Dragon Ball Z
Manga: Rurouni Kenshin

10 - O que mais gosta de fazer na sua cidade?
Ir aos jogos do Glorioso. E jogar rugby!

11 - Que lugares quer conhecer?
Tudo me atrai no novo, ainda que seja ruim. Quero ir pra todos os lugares que minhas pernas alcançarem!

12 - Como vc define um amigo?
Amigo é quando alguém te fode muito lindo e você fica com raiva e pensa em matar essa pessoa. Aí você liga pra um amigo e conta os planos. Esse amigo te convence do contrário e no outro dia a pessoa que te fodeu acorda com uma faca encravada nas costas. Porque amigo defende. Amigo fica junto. Amigo se arrisca.
“If we go down, we go down together...”

13 - Tem alguma superstição?
Evito ficar com pernas / dedos cruzados durante os jogos do peixe e nunca vou com as cores do rival aos jogos (ainda que sejam na meia ou cueca). E geralmente uso expressões de auto-confiança excessiva quando vou fazer alguma coisa muito difícil ou perigosa. Inflo meu ego o suficiente pra acabar com o nervosismo.

14 - O que mais odeia nas pessoas?
Não gosto passividade. Meio-termo. Odeio “sou eclético, gosto de qualquer coisa”. Odeio “tenho mil amigos em cada lugar e todo mundo gosta de mim”. Se todo mundo é especial, ninguém é especial. Se tudo está ótimo, é tudo medíocre. Ser feliz exige imposição. Qualquer outra postura diante da vida é comodismo. (E aliás, isso tudo faz com que eu me odeie algumas vezes por mês.)

15 - Qual seu número favorito?
13! Indica loucura e foi meu número na escola por alguns dias. Gosto também do número 1 por ter relação com a vitória e ser minha camisa no rugby.
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 11:26
1 - Bio, por que diabos nós não nos conhecemos?
É questão de merecimento. Eleve seu espírito e treine sua mente.
Mentira, mas assim... levando em consideração que há gente pra caramba no mundo, a chance de não nos conhecermos é – falando em termos de probabilidade – maior do que a chance de nos conhecermos. Mas isso pode mudar: skafabio[arroba]hotmail.com

Edit: Ahhh, lembrei de você! Não fomos apresentados, um azar. Sad
Mas ocorrerão novas oportunidades, guria!

2 - Se pudesse ter três desejos realizados, quais seriam?
1. Não encham meu saco.
2. Máquina de teleporte.
3. Bastante dinheiro, mas não tanto que eu perca a noção e deixe de dar valor ao que tenho (é uma linha tênue, mas considero necessária).

3 - Cola Cola ou Fanta uva?
Totalmente Coca-Cola. Com gelo e, dependendo do dia, com limão também. Fanta, só a laranja – e olhe lá.

4 - Tem algum fetiche?Qual?
Odeio amorzinho. Quem faz amor é sertanejo. O resto é a situação que trás.
Só pra não ficar muito vago, a idéia de muitas mulheres me satisfazendo logo após o Santos ser campeão mundial me deixa animado! hahaha

5 - Livros ou filmes?
Livros. Demoram mais, agregam mais. Livros são amor, filmes são sexo (num clichê Rita Leezesco que até me envergonha).


Última edição por Bio em Ter Set 01 2009, 13:16, editado 1 vez(es)
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 13:15
1. Explique porque tu acha Thomas Kalnoky um cara tão foda.
Pode até parecer uma coisa absurdamente egocêntrica, mas eu o acho foda porque ele julga as coisas como eu julgaria. Pensa como eu. Talvez existam mais milhares de pessoas no mundo que também compartilhem minhas visões, mas a verdade é que ele transforma essas visões em música e as joga todos os dias na minha cara. Streetlight Manifesto me lembra como eu sou. Fala de amor sem ser meloso, de ódio sem sentir culpa e de deus sem se sentir menor.

Se algum dia eu tiver filhos e um deles disser: “Pai, o senhor se transformou num idiota.”; as letras do Kalnoky vão lembrar minha essência.

2. Em que momento tu acha que percebeu a dimensão do Santos Futebol Clube na tua vida?
Ainda não percebi, acho. A cada viagem arriscada, a cada jogo emocionante, a cada gol que é diferente do outro, me sinto mais alvinegro.
Se me perguntarem “o que é você?”, abre-se uma gama enorme de possibilidades de resposta: “sou brasileiro”; “sou homem”; “sou heterossexual”; “sou estudante”; mas a única resposta que me soa completa é: “sou santista”.

3. Se pudesse editar 5 leis federais, quais seriam?
- Sistema híbrido de governo, presidencialista mas com intervenções militares na área da Segurança Pública. O sistema não seria mais de blitz e sim de ocupação às áreas mais violentas.
- Regulamentação do uso das drogas; passariam a ser produzidas por para-estatais, que reverteriam todo o dinheiro arrecadado à educação anti-drogadição. Seria a venda de drogas combatendo o vício e, ainda por cima, acabando com o tráfico.
- Crimes hediondos passariam à receber pena de morte e crimes políticos / de corrupção passariam a ser hediondos.
- Acabar com as facilidades para a edição de Medidas Provisórias, que são uma forma de o presidente legislar – o que fere o princípio da tripartição dos poderes e ferra a constituição que é baseada nessa divisão.
- Criar os impostos proporcionais, onde quem ganha mais realmente paga mais. Mas de forma efetivamente aritmética. Se quem ganha 10, paga 5, quem ganha 100 tem que pagar 50.


4. "Nunca fica mais fácil". Tu realmente acredita nessa frase?

Acredito, sim. A vida é feita dessa forma. O próprio corpo humano é programado pra definhar com o tempo. A tristeza é mais forte que a alegria e é muito mais fácil fazer o mal do que o bem. Nunca, definitivamente, nunca fica mais fácil. As maiores conquistas humanas, por exemplo, sempre vão ser usadas para a construção de coisas absurdas: Santos Dumont se suicidou depois de ver seu estimado avião usado para fins bélicos. É tudo uma grande merda e o inferno é aqui. Aliás, existe a exceção que confirma essa regra: Quando você aceita que nunca fica mais fácil, as coisas ficam um pouco mais simples.

5. Qual tu acha que é a tua característica mais marcante, que as pessoas logo que te conhecem, percebem?
Minha necessidade de impressionar. Gosto da minha vida com frases de efeito e diálogos de filme. A graça é tentar tornar quase tudo épico.

6. Fidelidade ou lealdade?
Lealdade, com certeza. Fidelidade é interesse e lealdade é altruísmo.
Mas, hoje em dia, se encontrar fidelidade já é complicado, lealdade é quase utopia.

7. O que uma pessoa não pode ser/fazer pra estar no teu círculo de amigos?
Não gosto de racismo nenhum tipo, nem de conformismo com relação à preconceito. No mais, só o que não pode ser é fresco. Também não curto muito o tipo de gente que pede pros outros decidirem tudo!

8. De todos os shows que tu já foi - e que não foram poucos -, algum em especial te "marcou" mais? (e que fique claro que eu não falo dos hematomas hahaha).
Olha, acho que foi o do Mustard Plug. Meu primeiro show de todos os tempos. Entrar no local e sentir a vibração do Ska, todo mundo curtindo. E ver aquelas pessoas se jogando do palco, com gente segurando! Quando alguém caía, abria-se uma roda e todos ajudavam a levantar. Foi ali que achei meu lugar. Infelizmente – e sem saudosismo algum – não se fazem mais shows como os de antigamente! Razz

9. Se tivesse que escolher uma música, agora, pro atual momento da tua vida, qual seria?
A música é Here’s to Life, do Streetlight Manifesto. A vida é uma merda, cheia de tropeços, trapaças e sempre com alguém querendo te ferrar. Mas se não há outro, então esse é o melhor jeito.
And I don't know much, but I do know this
With a golden heart, comes a rebel fist

Não são poucas as vezes nas quais a gente pensa em desistir e acabar com a própria vida. Ir pra algum lugar longe e fugir de tudo. Essa vontade de inexistir é forte pacas, mas já que estamos aqui, um brinde à vida: Here’s to Life!

10. Se pudesse mudar uma coisa em ti, o que seria?
Acho que a ignorância é uma benção. Gostaria de ser como aquelas pessoas que não perguntam por quê são. Elas são e pronto, vivem suas vidas felizes com suas felizes faltas de opinião.

11. Se pudesse mudar uma coisa em mim, o que seria?
Acho que mudaria esse teu conceito de intensidade. Eu sei que queimar e sublimar e sofrer e chorar e conseguir e não desistir e se esforçar... isso é tudo muito bonito. Mas é ruim. Bom é vencer, bom é ser feliz. A tristeza não enobrece, nem engrandece, muito menos é compensatória. Mas claro que isso é o meu jeito de ver o mundo.

12. "Essa porra é ou não é o verdadeiro movimento?"
Pra mim, é. Eu sou o verdadeiro movimento e tento viver o que eu acredito. Nem sempre é possível, mas pra mim quem deixa de fazer o que está ao seu alcance é um bosta. “Don’t let the bastards grind you down.”

13. Qual a sensação de estar em uma festa estranha, com gente estranha e do nada tocar Tokyo Ska Paradise Orchestra? Hahaha
Ah, foi muito-muito-muito foda! Deveria ter dançado mais, mas fiquei tímido com aqueles nerds me olhando! E é legal saber que alguém pensou em ti e planejou algo só pra te deixar feliz, ainda que deixando insatisfeito todo o resto de putos do recinto!

14. O que acha dos noticiários brasileiros, vertendo sangue?
Acho é uma bela idiotice de quem os critica. O noticiário é assim porque o povo consome essa merda. Vou frisar: O noticiário só é uma bosta porque o povo também fede. No dia em que a população exigir programas culturais, não vai haver uma emissora mandando brasa nas desgraças. A questão aqui é cultural. Em geral são os críticos que levantam a bandeira de que os noticiários são sensacionalistas, mas críticos, em geral, só falam merda. Vou me abster de comentar uma eventual solução aqui porque isso é uma entrevista de fórum. Essas papos são mais legais em mesas de bar (ainda que eu nem beba! Hahaha).

15. Qual o efeito que a internet teve na tua vida?
A princípio foi bem ruim. Como era um idiota sem vida, por muito tempo substituí o real pelo virtual. Numa época do tinha amigos no – extinto – ICQ. Em contrapartida, de certa forma, 90% do meu conhecimento geral se deve a ela. Não preciso de enciclopédias, nem dicionários. Aliás, muitas vezes uma vagada na Wikipedia é mais produtiva que um papo com um verme qualquer. E ainda me apresentou pessoas importantes que eu nunca conheceria se não fosse através dela. O problema é o tempo que me toma.
“A internet essa puta, que dá... mas cobra!”

16. Quem é a pessoa com melhor gosto musical que você conhece - depois de você mesma, claro?
Complicada a pergunta. Ao passo que, pra mim, o melhor gosto musical do mundo é o meu, tenho que fazer um mix: Meu pai (por causa do samba, samba-rock, etc), um amigo chamado Rodrigo (por causa do Neo Swing), meu professor de trompete (Jazz, Blues, em geral). Não dá pra escolher uma pessoa. A impressão que eu tenho é que cada pessoa vai me agregando conhecimento musical, até pra saber do que eu não gosto.

17. Depois de ter trabalhado no abrigo, teu comportamento em geral, mudou muito? Se sim, por quê?
Mudou sim. Fiquei muito mais simples, muito mais malandro. Parei de acreditar cegamente na inteligência e vi como a esperteza é importante. Também aprendi a ter uma visão menos maniqueísta – não existe bem certo e errado. E, principalmente, deixei de ser um boyzinho arrogante criado com leite e pêra. Razz

18. O que acha sobre a pena de morte?
É um assunto muito complexo, então vou comentar alguns aspectos:

A pena de morte inibe os criminosos.
Apesar de não parecer, no país em que ela já foi adotada, tenho certeza que, se utilizada com efetiva adaptação, a pena de morte serve como aviso. E deve ser feita de maneira a impressionar mesmo quem comete crimes, talvez até com transmissões pela televisão. A pena deve ter valor social, servir de exemplo.

Eliminam-se indivíduos indesejáveis à sociedade.
Outro fator relevante. Muito mais do que punir o infrator, a morte acaba com um pequeno câncer social, que, na maioria dos casos, tem conduta irreversível.

Diminuem-se os custos com carceragem.
Mais uma coisa que deve ser levada em conta. Ao invés de sustentar quem já cometeu crimes, a saída é utilizar o dinheiro para evitar que novos sejam praticados.
Há possibilidades de inocentes serem condenados à morte.
Até há, mas então devemos acabar também com as penas de reclusão, ao passo que elas também podem ser falhas. Ou seja, o argumento não se justifica.

A pena de morte vai contra a cultura ocidental.
Foda-se a cultura ocidental. Ela vem afudando o ocidente desde sempre.

O assassino tem que ser punido, isto é, sofrer pelo que fez (pelo menos, com a perda da liberdade).
Nesse caso temos duas possibilidades que eu acho possíveis e, vejam, não estou brincando: no caso de crimes por loucura ou de menor gravidade, mata-se e pronto. Quando se verifica crueldade injustificada (estupro, seguido de assassinato, por exemplo) deve ser dado um tiro numa das vértebras e deixar o filho da puta numa cela, alimentado só de pão e água, enquanto bóia na própria merda e mijo. Aliado a isso, devem ser aplicados antiinflamatórios para que ele dure, no mínimo, seis meses e depois seja deixado para morrer de inanição.


19. O que é pior e por que:
a - estou gostando de outra;
b - não tenho mais o menor tesão em você.
Se for “a”, ela é idiota de não ver meu valor. Se for “b”, eu que sou ruim de cama. Meu ego acaba sempre falando mais alto.

20. Já sabe qual vai ser a tua primeira tatuagem?
Sei. Na verdade não sei se será a primeira, mas é a que eu mais quero fazer.

ENTREVISTA: BIO Lolita_corte_aqui

No meu caso seria de verdade, muito menos tosco e sem o “corte aqui” escrito. A idéia é também fazer uma scar embaixo, cortando, de fato.

21. Em que consiste a palavra "amizade", pra ti?
Se dizer amigo é se alistar num exército. Porque, na moral... qual o outro sentido de amizade, senão estar disposto a entrar numa guerra – ainda que perdida – com o outro?
Lunática
Lunática
Promissor
Promissor
Feminino Sagitário
Número de Mensagens : 399
Reputação : 0
Idade : 27
Data de inscrição : 19/11/2008
Localização : Rio Grande do Sul
http://www.fotolog.com/lunaticapj

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 15:51
23. Vou ser muito sacana contigo: liste 5 filmes que tu acha foda ever.
(só pq eu sei sobre a tua "dificuldade" quanto a listas hahahaha)
24. "I want a girl with a short skirt and a looooong jacket..." ? hahahaha
25. Em uma hipótese muuuuuito remota, se não torcesse para o Santástico, torceria para qual time?
26. Quando vai tocar trompete pra mim? *-*
27. Qual foi o último livro que tu leu?
28. Já começou a ler a revista que comprou ontem?
29. Explique aos Agers pq o Super-Homem é o herói mais bundão de todos - ou pelo menos um dos grandes concorrentes a tal cargo.
30. A primeira música do Chico Buarque que te vem na cabeça, agora?
31. Quando vai me levar a um jogo do Santos?
32. Quando era criança, qual o desenho que tu mais curtia?
33. Qual a característica da maioria dos advogados que tu mais abomina?
34. Pq tu tá em uma comunidade da Pitty, no orkut?

________________________________

"Normalmente me disfarço em linhas feitas pra pensar."
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Ter Set 01 2009, 21:02
23. Vou ser muito sacana contigo: liste 5 filmes que tu acha foda ever.
(só pq eu sei sobre a tua "dificuldade" quanto a listas hahahaha)


Sem ordem, e ainda levam diálogos de brinde:

Edukators (The Edukators)
Jule: Quantas horas por dia você trabalha?

Hardenberg: 13, 14 horas, tranquilamente.

Jule: O que faz com tanto dinheiro? Você acumula coisas grandes e caras. Carrões, mansões, um iate. Um monte de coisas só para dizer: “Eu sou o macho alfa”. Não vejo outra razão. Você não tem nem tempo para curtir o seu iate. Então, porque sempre quer mais?

Hardenberg: Vivemos numa democracia. Não devo explicações sobre os meus bens. Paguei por eles.

Jan: Errado. Vivemos na ditadura do capital. Você roubou tudo o que possui.

Hardenberg: Posso bancar mais coisas porque trabalho mais. Tive as idéias certas na hora certa. E além disso, não sou o único. Todos tem chances iguais.

Jule: Você daria um ótimo político. No sudeste da Ásia, muitos trabalham até 14 horas por dia, e não tem mansões. Ganham 30 euros por mês. Também podem ter boas idéias, mas não conseguem pagar um ônibus à cidade vizinha.

Hardenberg: Desculpe por eu não ter nascido na Ásia.

Jule: Mas ainda assim você pode tornar suportável a vida lá. O “primeiro mundo” deveria perdoar a dívida do “terceiro”. É só 0,01% do nosso PIB. Por que não fazem isso?

Hardenberg: Seria o colapso do sistema financeiro mundial.

Jule: Vocês os querem pobres. Para poder controlá-los, forçá-los a vender seus produtos a preços ridículos.

Hardenberg: Como você pode afirmar isso?

Jan: Pelo mesmo motivo, você não cancelou a dívida da Jule.

Hardenberg: Isso é um absurdo!

Jan: Não. É a regra básica do sistema: exaurir todos até o limite para que não possam reagir.

Hardenberg: Não é verdade… Claro, precisamos melhorar as coisas. Proteção ambiental, aumentar os preços do produtor, mas o sistema não vai mudar.

Jan: Por que não?

Hardenberg: É da natureza humana querer ser melhor que os demais. Todo grupo elege um líder. E a maioria só fica feliz quando compra algo novo.

Jan: Feliz? Acha que as pessoas são felizes, Hardenberg? Ei, abra os olhos, saia do seu carro e ande pelas ruas. Elas parecem felizes ou animais assustados? Veja suas salas de estar. Todas grudadas na TV, ouvindo zumbis chiques falarem sobre uma felicidade perdida. Dirija pela cidade. Você vai ver a imundície, a superpopulação, as massas feito robôs nas escadas rolantes das lojas de departamento. Ninguém conhece ninguém. Acham que a felicidade está ao alcance, mas ela é inalcançável, porque você a roubou. É a vida. Você sabe muito bem. Mas tenho uma má notícia pra você, executivo: a máquina superaqueceu. Somos só os precursores. Sua época está para acabar. Enquanto você surfa na tecnologia, outros sentem ódio. Como as crianças das favelas vendo filmes de ação americanos. É só o começo. Haverá mais. Mais casos de insanidade, serial killers, almas destruídas, violência gratuita. Não se pode sedar todo mundo com game shows, e shoppings e antidepressivos não vão funcionar para sempre. O povo está cansado da merda do seu sistema.

Hardenberg: Admito que há alguma verdade no que você falou, mas sou o bode expiatório errado. Eu apenas jogo o jogo, não fiz as regras.

Peter: Não importa quem inventou a arma, e sim quem puxa o gatilho.

__________

Clube da Luta (Fight Club)

Tyler Durden: Eu vejo aqui as pessoas mais fortes e inteligentes. Vejo todo esse potencial desperdiçado. A propaganda põe a gente pra correr atrás de carros e roupas. Trabalhar em empregos que odiamos para comprar merdas que não precisamos. Somos uma geração sem peso na história. Sem propósito ou lugar. Nós não temos uma Guerra Mundial. Nós não temos uma Grande Depressão. Nossa Guerra é a espiritual. Nossa Depressão são nossas vidas. Fomos criados através da TV para acreditar que um dia seriamos milionários, estrelas do cinema ou astros do rock. Mas não somos. Aos poucos tomamos consciência do fato. E estamos muito, muito putos.

Você não é o seu emprego.
Nem quanto ganha ou quanto dinheiro tem no banco.
Nem o carro que dirige.
Nem o que tem dentro da sua carteira.
Nem a porra do uniforme que veste.
Você é a merda ambulante do Mundo que faz tudo pra chamar a atenção.

Nós não somos especiais.
Nós não somos uma beleza única.
Nós somos da mesma matéria orgânica podre, como todo mundo.

Somos consumidores, produto secundário da obsessão de um estilo de vida.
Somos subproduto de uma obsessão.

Você tem que saber não temer, perder o medo, saber que um dia vai morrer.
Só depois de perder tudo é que estamos livres pra fazer qualquer coisa.

Para ir fundo você tem que se livrar de pensamentos supérfluos. Você está começando a maior mudança da sua vida, e enfrentará desafios.

Nunca seja completo.

Nunca esteja satisfeito.

Evolua, e aceite as conseqüências.

__________

Angus, o Comilão (Angus)

Angus: Eu ainda estou aqui, idiota.

Angus: Você me derruba e eu me levanto. De novo, e de novo, e de novo, e de novo!

Angus: Eu poderia te bater aqui, agora. Mas eu não quero ser melhor que você, Rick. Eu não quero ser melhor do que ninguém. Eu quero ser eu mesmo. Um garoto gordo, que é bom em ciências e mediano no futebol americano. Isso é o que eu sou. Se eu posso viver com isso, por que você não pode?

Rick: Porque não é normal. Você não é normal.

Angus: E quem é? Você?

Rick: Pode apostar.

Angus: E então? Para sermos normais, todos temos que ser iguais a você? Têm quatrocentas pessoas nessa sala que não são nada como você. Alguns são gordos, alguns são magros. Uns altos, uns baixos. Uns usam aparelhos, outros tem marcas de nascença, cicatrizes, cabelo ruim e até orelhas de abano.

Angus: E a grande maioria deles anda pelos corredores todos os dias, sem falar para ninguém a verdade sobre o que eles querem, precisam ou acreditam,porque pessoas "normais" como você os aterrorizam por serem como são. Quero dizer, se você é normal, o que eles são? E então? Você é normal ou é apenas mais um de nós?

Rick: Não importa o que eu sou, mas sou algo que você nunca vai ser.

Angus: Graças à Deus.

__________

Alta Fidelidade (High Fidelity)

Rob: O que veio primeiro, a música ou a depressão? Pessoas se preocupam com crianças brincando com armas, ou assistindo vídeos violentos, com medo que essa cultura violenta os coloque em perigo. Ninguém se preocupa com crianças ouvindo milhares, literalmente milhares de músicas sobre corações quebrados, rejeição, sofrimento e perdas. Eu ouvia música porque estava triste? Ou estava triste porque ouvia música?

(...)

Rob: Agora, a preparação de uma gravação de fita é uma arte complicadíssima. Muitos prós e contras. Primeiro, você está usando a poesia de outras pessoas para expressar como se sente. É uma coisa delicada.

(...)

Dick: Parece que você está reorganizando seus discos. De qual maneira? Cronológica?


Rob: Não...

Dick: Não é por ordem alfabética.

Rob: Não...

Dick: E então?

Rob: De um jeito autobiográfico.

Dick: Porra, impossível!


__________


Melhor Impossível (As Good As It Gets)

Carol Connelly: Tudo bem, todo mundo tem histórias ruins para superar e você-...

Melvin Udall: Isso não é verdade. Alguns têm boas histórias, bonitas, que acontecem em lagos, com barcos e amigos e saladas. Isso não aconteceu com ninguém que esteja neste carro, mas, para muitas pessoas, a história é essa: bons tempos e saladas. O que faz a desgraça tão difícil de ser aceita não é o quanto ela é ruim. Ficamos putos porque muitas outras pessoas estão bem enquanto sofremos.

(...)

Melvin Udall: E se for impossível ficar melhor do que isso?

__________

24. "I want a girl with a short skirt and a looooong jacket..." ? hahahaha
Essa música, pra mim, é a definição de uma garota perfeita. É tão parecido com o que eu penso que fico até surpreso de ter sido escrita por outra pessoa! Isso se a entendermos do jeito figurado.

Pode ser também uma crítica muito boa à "Mulher do Novo Século", que tem que ser, fazer e parecer perfeita. Até tendo qualidades incompatíveis: "I want a girl who gets up early. I want a girl who stays up late."

Também pode ser uma sátira à cultura corporativista. A garota da música está mudando o nome de Kitty para Karen (porque Karen é um nome mais aceito no meio profissional) e trocando seu MG (que é um carro europeu) por um modelo mais certinho, americanizado. A vida dela é totalmente focada na carreira, trabalhando por horas (acordando cedo e dormindo tarde).
E, no caso, dá pra notar como a garota é sem personalidade. Cheia de qualidades, mas sem vontade própria. Like a diamond, shinny nails, jóias. Acho que o ponto aqui é como as pessoas tem se tornado absurdamente focadas na carreira e esquecido do que elas realmente gostam. É tudo uma grande ironia. O ponto é que ele não quer uma garota que passe o tempo todo trabalhando.

Mas isso é só uma divagação pra resposta não ficar curta! Smile


25. Em uma hipótese muuuuuito remota, se não torcesse para o Santástico, torceria para qual time?
Bio é santista há 22 anos e formando em Direito. É apaixonado pelo Santos e pelas suas cores (que remetem ao ska, sua segunda paixão). Sua história com o alvinegro começou quando, ainda garoto, defendia o clube em campeonatos de karatê. Por ter começado a torcer na década de 90, costuma acompanhar o clube nos bons e maus momentos - foi até Goiânia, quando o Santos namorava a zona de rebaixamento e logo depois ao Rio de Janeiro, ver uma bela vitória frente ao Botafogo.
Não acompanha times europeus, não vibra muito com a seleção brasileira e, a bem da verdade, nem liga muito para futebol. Mas ama o Santos.

Essa é uma resenha que vai em baixo dos meus textos no mailing do Santos Futebol Clube, e em outras palavras quer dizer: se não fosse pelo Santos, nem gostaria de futebol!


26. Quando vai tocar trompete pra mim? *-*
Bom, preciso primeiro voltar a tocar pra mim. Pior que o meu não está lá muito bom. Fui pegar o 2Tone Army dia desses e ele está quase-morto. :/



27. Qual foi o último livro que tu leu?
Quando Nietzsche Chorou - Irvin D. Yalom
Na verdade, estava querendo ler Nietzche e Freud, então acho que foi uma porta de entrada pra tentar me acostumar à linguagem. O próximo será: "Assim falou Zaratustra".


28. Já começou a ler a revista que comprou ontem?
Ainda não. Tô lendo os quadrinhos, primeiro. Li só um pedaço que tratava da participação do Brasil na Guerra e no final, que fala do Santos. Razz

29. Explique aos Agers pq o Super-Homem é o herói mais bundão de todos - ou pelo menos um dos grandes concorrentes a tal cargo.
Guardei um quote do filme Angus pra responder essa:
Grandpa: O Super Homem não é corajoso.
Angus: Você tomou seus remédios, vô?
Grandpa: Hehe. Ele é esperto, bonito... ate decente. Mas não é corajoso. Me escute. O Super Homem é indestrutível e você não pode ser corajoso, se é indestrutível. Corajosos são pessoas como você e sua mãe. São diferentes, podem ser amassados por um pisão e sabem disso. E ainda assim continuam indo pra rua todos os dias.
___
Mas não vou só criticar. Em contrapartida, o Super Homem é diferente dos outros. Digo, ele nasceu Super Homem. Peter Parker acorda Peter Parker e coloca a roupa pra virar o amigão da vizinhança. Já Clark Kent, acorda Super Homem e tem que se vestir de jornalista pra passar desapercebido. Clark Kent é um perdedor, um tosco, um babaca. E é assim que o Super Homem nos vê. Fracos, inseguros de si. Clark Kent é uma crítica do Super Homem à raça humana. E eu concordo.

30. A primeira música do Chico Buarque que te vem na cabeça, agora?

Roda Viva.
Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...

31. Quando vai me levar a um jogo do Santos?
Ou quando for ver um jogo aí, ou quando tu vieres aqui e tiver jogo, uai! Não tem outro jeito!
E é bom você dar sorte!

32. Quando era criança, qual o desenho que tu mais curtia?
Douglas Yansee Funnie, mais conhecido como Doug.
Meu cachorro até se chamava Costelinha por causa do cachorro dele!
ENTREVISTA: BIO Homem-codorna

33. Qual a característica da maioria dos advogados que tu mais abomina?
Lucro a qualquer preço. Geralmente as pessoas procuram advogados em momentos de desespero e acho que tirar proveito dessas situações é chegar ao fundo do poço. Poderia, também, citar a arrogância, mas não são poucas as pessoas que me vêem como metido, então seria como cuspir pra cima.

34. Pq tu tá em uma comunidade da Pitty, no orkut?
Olha, provavelmente devem ter mudado o nome. Mas diante do quadro musical atual, ela é das menos piores.
Na verdade ela até tem idéias boas pras músicas. Critica quase tudo e tal, mas é desprovida de talento para compôr. De qualquer forma, gosto da barulheira que ela faz! Melhor que esses Fresnos da vida. Ela tem mais guts que eles.
Lunática
Lunática
Promissor
Promissor
Feminino Sagitário
Número de Mensagens : 399
Reputação : 0
Idade : 27
Data de inscrição : 19/11/2008
Localização : Rio Grande do Sul
http://www.fotolog.com/lunaticapj

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Qua Set 02 2009, 12:30
35. Acha que vai mudar algo, com o fato da Disney ter comprado a Marvel?
36. Sabe quantas HQ's tu tem, mais ou menos?
37. Consegue definir minha personalidade / gostos / anseios em poucas linhas?
38. Qual a religião que mais te desagrada (ou que mais te repele)?
39. Se tivesse que escolher entre uma das duas opções - e só uma -, qual escolheria?
a) Um relacionamento baseado em um sexo muito, mas muuuito bom, porém sem grandes sentimentos;
b) Um relacionamento que envolva sentimentos, consideração, respeito, mas com uma foda meia boca.
40. Tem alguma tatuagem que você acha que combina comigo?
41. Nos recomende algum livro que tu ache foda demais - com exceção do Guia, que tá aqui comigo e vou lê-lo.
42. Mulheres que usam óculos são mais sexys?
43. Qual o sentimento de estar em um jogo de Rugby?
44. Complete: Bezerra da Silva é...?
45. Se as eleições para a presidência acontecessem no atual momento, votaria em quem?
46. Se acha a pessoa mais safada que conhece? hahaha
47. Na tua vida, qual o propósito principal que o dinheiro tem?
48. Se acha uma pessoa carinhosa?
49. Qual o personagem mais foda da Liga da Justiça?
50. Se pudesse escolher qualquer nome para si, qual seria?




;***

________________________________

"Normalmente me disfarço em linhas feitas pra pensar."
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Qua Set 02 2009, 15:22
35. Acha que vai mudar algo, com o fato da Disney ter comprado a Marvel?
Espero que não mude muita coisa e até vejo com bons olhos. O Quesada (editor chefe da Casa das Idéias) tava fazendo umas cagadas, então agora ele fica um pouco mais controlado.

Agora, o que eu tô com muita vontade de ver é um possível parque temático dentro da Disney só com os personagens Marvel.

Acho até que a disputa volta a ficar equilibrada:

Marvel & Disney VS DC e Warner.

Ah, vale lembrar que, pra conseguir efetivar o negócio, os dois conglomerados (Marvel e Disney) devem, primeiro, passar pelo pente fino da legislação antitruste - aquela que cuida da concorrência mercantil.


36. Sabe quantas HQ's tu tem, mais ou menos?
Ah, não tenho muitas, não. Faço mais o tipo leitor do que o tipo colecionador, pra falar a verdade. Pior é que isso faz com que eu não tenha lá muito cuidado com as minhas revistas. Gostaria de ter condição de mantê-las mais organizadas, em plásticos e tudo mais. Quando eu for milionário, compro tudo de uma vez e faço isso. =]


37. Consegue definir minha personalidade / gostos / anseios em poucas linhas?
Bom, você é uma pessoa que tem por objetivo não errar. De preferência, nunca. Se odeia quando comete algum equívoco e não se dá os devidos créditos quando acerta. Apesar disso tem um ego que só se equivale ao tamanho do teu coração, que fica apertado quando sua auto-estima não acorda das melhores. Diante de todos os problemas é uma mulher super forte - mas não tanto quanto aparenta. Enfim, acredito, de verdade, que você tem um futuro brilhante pela frente, independente do que faça!



38. Qual a religião que mais te desagrada (ou que mais te repele)?
Acredito que seja a católica, mas só porque ela é a maior. Eu não gosto de religiões. Ponto final. Religiões são dogmatizadas e dogmas são estúpidos. Quando você adota um, deixa de questionar o que acredita, fica com o pensamento imutável. Nunca mais vai tentar subvertera ordem dos seus pensamentos. Pior do que a burrice inata, a crença em dogmas cria a cegueira intelectual. Ainda tem a terceirização de mérito, o ódio ao diferente, a justificativa da violência através de profecias. Existem um zilhão de motivos que me fazem odiar religiões.

E o pior é que, sem as religiões, nos sobra a razão. E ela não é muito agradável de se ver. É só comparar:

Religiosos: Humanos são movidos por Deus.
Freudianos: Humanos são movidos pelo sexo.
Darwinianos: Humanos saíram do macaco.
Marxistas: Humanos são movidos por dinheiro.

E o pior é que Deus, Freud, Darwin e Marx, todos têm barbas brancas. Assim como o Papai Noel, que não existe. Estão todos errados!

Mas isso é só o que eu penso.

O que você acha não vale nada

O que a maioria acha não vale nada.


Vale o que é.



39. Se tivesse que escolher entre uma das duas opções - e só uma -, qual escolheria?


a) Um relacionamento baseado em um sexo muito, mas muuuito bom, porém sem grandes
sentimentos;



b) Um relacionamento que envolva sentimentos, consideração, respeito, mas com uma foda meia boca.

Tem um ditado que eu não sei de onde veio que diz: Sexo bom, é 10% de um relacionamento. Sexo ruim é 95%. Se eu conseguisse ser amigo dessa parceira sexual. Mas amigo mesmo, super parceiro, acho que seria um relacionamento próspéro (desde que ela se dispusesse a prosperar comigo também).

Sei lá, é uma resposta complicada porque nem tudo pode ficar só na lógica. Acho que escolheria o relacionamento com amor. Só não sei explicar o motivo.


40. Tem alguma tatuagem que você acha que combina comigo?
Acho que tem três opções de tatuagem pra ti:
- Alguma coisa filosófica, cheia de significado. Tem que ser curto e grosso, do seu jeito, mesmo.
- Algum desenho mais pro lado sexy (não vulgar), num lugar mais ousado.
- Alguma coisa realmente grande, tipo um dragão cruzando as costas, bem Shiryu, mesmo.

Qualquer que seja a escolha, pelo teu jeito, acho que ficaria bem com uma mistura de desenho oldschool e cores new school (mais vivas).

Não acho que a associação de tatuagem com uma banda seja muito prudente (apesar de, muitas vezes, eu ter vontade de tatuar algo do Streetlight Manifesto em mim), mas aí é uma escolha pessoal.


41. Nos recomende algum livro que tu ache foda demais - com exceção do Guia, que tá aqui comigo
e vou lê-lo.

O Menino Maluquinho - Ziraldo.

E eu não estou brincando!


42. Mulheres que usam óculos são mais sexys?
Não sei, talvez. Acho que por serem menor número, sejam mais exóticas.
Mas aí envolve mil coisas, como o jeito que ela coloca e tira o óculos, como joga a franja por cima dele, etc. Pode ser um pró ou contra, como quase tudo! (só maquiagem que é sempre contra! hahaha)


43. Qual o sentimento de estar em um jogo de Rugby?
O rugby é a poesia do sacrifício e jogá-lo é descobrir que seu corpo não é de vidro.

Há a parte da filosofia, de estar num amontoado de 15 caras que dariam a vida uns pelos outros.

Há a parte da adrenalina, que envolve o fato de ter 15 caras do outro lado que arrancariam sua cabeça se ela a impedisse de pegarem a ovalada.

Mas, mais importante que isso tudo é a lição de humildade que se tira. É beber uma cerveja (ou uma coca cola, ou qualquer coisa) e brindar com o idiota do outro time que, minutos atrás, te deu uma porrada que vai te impedir de amarrar os tênis por um mês.

Rugby é um esporte de senhores e só senhores podem jogá-lo. É um privilégio!

Ah, e vale a pena ler:

"Colin, Você já deve ter chegado aí no céu (só poderia ir para aí), vê se dá logo uma peitada em São Pedro, bota esse dedo grosso e sem unha no nariz dele e diz quem você é, mas duvido que você faça isso, você prefere um papo. Dizem que ele é grandão e forte mas duvido que seja mais que você. Estou fazendo uma confusão tremenda com o tempo do verbo. Também, sábado estávamos juntos treinando (porque é que você não teve uma fratura exposta, igual à de João, naquele treino?) cheio de planos, e hoje você está viajando, prá perto, eu sei, só não sei quando a gente vai se encontrar de novo, não sei quando, mas tenho certeza que nos reencontraremos, e aí vamos fazer juntos uma coisa que nunca nos permitiram fazer, vamos cruzar com todas as equipes do mundo, vamos ver se estes russos, alemães, cubanos, todos são bons mesmo como falam; e a gente vai ganhar! Se não ganhar na bola, ganha na porrada, ou então no copo. Colin, mais uma vez o juíz (da vida) errou contra nós, deixou aquele caminhão vir cheio e tirar você do campo. Se ele vêm vazio você não saia e a gente não perdia aquele jogo. Colin, dá um tempo que a gente vai se encontrar de novo, vai preparando o terreno, tomando umas biritas (vê se muda, ô cuba-libre) contando pro pessoal aí das nossas farras, da nossa amizade. Prepara o circo que a gente já chega aí, prá então juntos, virar este céu de cabeça pra baixo.
Tchau Escocês, até logo.

A RAPAZIADA"

44. Complete: Bezerra da Silva é...?
Sangue Jovem.

Fala de disposição, lealdade e malandragem! Sério mesmo, a malandragem do samba é tudo o que falta ao rock (de qualidade) pra ser perfeito.

Quem fala alto é malandro / E conhece a barra pesada
Otário só tem dois direitos / Tomar tapa
E não dizer nada...

Aonde pintar um otário / Tem caguetagem e malícia
Otário é a imagem do cão / E também cachorrinho
De policia...

Todo otário cagueta / É verdade
Não é esculacho / É que bolso de otário
É nas costas / Virado de boca prá baixo
É que bolso de otário / É nas costas
Virado de boca prá baixo...

Otário é um bicho safado / É mesmo uma praga ruim
E nasce no mundo inteiro / E destrói tudo igual
A cupim...

Olha se eu fosse um cavalo / Não ia sujar o meu nome
Se otário fosse capim / Aí eu morria de fome


45. Se as eleições para a presidência acontecessem no atual momento, votaria em quem?
Ficaria em dúvida entre Ciro e Serra. De certa forma, todos os empreendimentos que o Serra começou em São Paulo, ele terminou. Destaque para a parte da Saúde. Não gosto da imagem direitista que ele passa, mas acho um bom nome, de verdade.

Já o Ciro é uma incógnita. E antes uma incógnita do que uma decepção presumida, então ele tem crédito.

A Dilma Roussef é feia demais.


46. Se acha a pessoa mais safada que conhece? hahaha
Ah, das que tem critério, acho que sim. Na verdade eu sou muito esperto, mesmo. Todo safo! Safado! Smile


47. Na tua vida, qual o propósito principal que o dinheiro tem?
Ele é uma varinha mágica que transforma o que eu quero no que eu tenho e onde eu quero estar em aonde estou. Também ajuda a resolver um monte de problemas, apesar de criar um novo para cada um que soluciona.
É bem aquela coisa hipócrita dos que dizem não ligar: "Dinheiro não tem a menor importância, desde que você esteja cheio dele."


48. Se acha uma pessoa carinhosa?
Do meu ponto de vista, sim. Alisar cabelo é coisa de cabelereiro, estar junto quando dá a merda é que são elas. Claro que mimimis e carinhos são bons e necessários, mas carinho não é coisa paupável, tampouco audível.


49. Qual o personagem mais foda da Liga da Justiça?
Em meio a super poderes, super força, fator de cura, e Guerrar Intergaláticas, não dá pra não escolher o Batman, que é o líder contando só com a inteligência, artes marciais, estratégia e força física adquirida em academia.

E vou dizer de novo; a história do Batman é tão bem trabalhada que lembra até as tragédias gregas!


50. Se pudesse escolher qualquer nome para si, qual seria?
Gosto muito do nome Dexter, então talvez, se não tivesse tanta identificação com meu apelido, o escolheria. Mas a verdade é que o nome "Bio" hoje já faz parte da minha personalidade e, de certa forma, até acho que combina comigo, então fica esse mesmo!


Última edição por Bio em Qua Set 02 2009, 15:29, editado 1 vez(es)
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Qua Set 02 2009, 15:27
22. Se pudesse mandar uma mensagem para o Corinthians, nessa data tão especial para os gambás, qual seria? =x hahahaha

Não é meu, mas é como se fosse:
http://www.blogsantista.com.br/falandodopeixao
Lunática
Lunática
Promissor
Promissor
Feminino Sagitário
Número de Mensagens : 399
Reputação : 0
Idade : 27
Data de inscrição : 19/11/2008
Localização : Rio Grande do Sul
http://www.fotolog.com/lunaticapj

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Qui Set 03 2009, 15:49
51. Arlequina ou Mulher Gato?
52. Como se sente sabendo que, em partes, "santistizou" duas gaúchas, quando os jogos do Santos acontecem?
53. Se pudesse escolher hoje um lugar para morar, qual seria?
54. Dê exemplos de tatuagens sexys em lugares ousados.
55. Qual o lugar mais foda que já conheceu?
56. Acha que as pessoas acreditam na tua malvadeza, quando tu faz pose de mau?
57. E aí, já decidiu os possíveis nomes pro(s) teu(s) filho(s)?
58. Na tua opinião, pau grande realmente faz diferença com as mulheres, ou é mais um assunto pra fazer média com os amigos?
59. Pq detesta tanto mulher maquiada?
60. Se algum dia eu conseguir cantar bem, de verdade, topa montar uma banda comigo? \o/ hahahah

________________________________

"Normalmente me disfarço em linhas feitas pra pensar."
Ayame
Ayame
Promissor
Promissor
Feminino Capricórnio
Número de Mensagens : 162
Reputação : 0
Idade : 30
Data de inscrição : 21/10/2008

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Qui Set 03 2009, 19:22
Só pra constar, Darwinismo não é religião xD

1. Concurso Público, profissão ou solução?
2. O que se dança na Sbórnia?
3. Quando vamos tomar um porre de verdade juntos?
4. Vale a pena?
5. Mudar o mundo, ou um drink em uma banheira de espuma?
6. As vezes parece que tu vai explodir, largar tudo. Iria pra onde?
7. Tu escreve bem (bem bem), mas cuidado pra não ficar chato. Sabe? sauhsa
8. Quem tu traria de volta a vida? (tava vendo reportagem sobre o MJ, sahuhusa)
9. O que falta na "cena" brasileira?
10. O que acha de mim? :B (se dizer gorda, morre)
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Sex Set 04 2009, 10:11
51. Arlequina ou Mulher Gato?
De longe, a Arlequina. Gosto muito dela. Uma psiquiatra que se apaixona pelo seu paciente (Coringa) e vê, ali, uma saída pro tédio. Esses personagens que nascem pra ser medianos e acabam conquistando protagonismo sempre me atraíram mais. E ainda forma uma dupla super sexy com a sua amiga, Hera Venenosa!

No ritmo da música da Hera Venenosa, agora:

Nós somos guerrilheiros!
O terror da arquibancada!
Torcida de porrada!
Sangue Jovem, impera na Baixada!
Venenosa ê ê ê!
Sangue venenosa, ê ê ê!
Venenosa ê ê ê!
Sangue venenosa, ê ê ê!
Dá porrada na terra e no céu,
Tira sangue da Fiel!

Pronto, cabô!


52. Como se sente sabendo que, em partes, "santistizou" duas gaúchas, quando os jogos do Santos acontecem?
Ah, me sinto como um pastor que salva duas almas perdidas e assim, garante lugar no céu! hahaha

Mentira. Na verdade eu acho bem legal que vocês entendam que a minha paixão é verdadeira - como a de vocês pelo tricolor - e sintam simpatia pelo Santos por causa disso. Quem passa verdade no que diz, não raro, convence as pessoas de que tem razão e acho que foi isso que aconteceu.

Agora, falta irmos juntos a um SanSão (imagina, vocês na Sangue!? hahaha) e a um GreNal.



53. Se pudesse escolher hoje um lugar para morar, qual seria?
Depende da situação. Tem lugares muito bons de se morar - se você tiver dinheiro, mas que ficam péssimos se a situação for ruim. Gosto de Santos e, se tivesse condições de viajar pra onde quisesse, talvez não saísse daqui nunca. Mas o ideal é morar um pouquinho em cada lugar.



54. Dê exemplos de tatuagens sexys em lugares ousados.
Acho que o principal da tattoo sexy em lugar ousado é o "prêmio" que ela pode ser. Se o cara conseguiu ver, é pq ele mereceu, saca? É tipo uma plaquinha do paraíso. Não precisa ter grande significado, mas acho que é uma recompensa pro cara que foi com o suficiente pra conquistar a tatuagem! hahaha

Tem uma amiga minha que, dizem, tem "harder" escrito na bunda. Quão legal é ler isso? hahaha

Mas aí é uma coisa muuuito pessoal.

ENTREVISTA: BIO Eba
Indicam aonde pegar! Razz

___


ENTREVISTA: BIO CruelestTattoo_small
Nem sei o que é, mas me deixa curioso pra ver de perto!

___


ENTREVISTA: BIO Sexy-star-tattoos-5
Essa aqui tá dá o que ver enquanto transa! hahaha

___


55. Qual o lugar mais foda que já conheceu?
Estados Unidos. Pra ser sincero, não lembro exatamente das coisas (era novinho), mas lembro de terem sido dias muito divertidos e com coisas que eu nunca esperaria ver. Hoje sonho em juntar uns amigos e ir pra lá de novo, dessa vez dando real valor à experiência.


56. Acha que as pessoas acreditam na tua malvadeza, quando tu faz pose de mau?
Ah, a intenção nem é essa. Não me acho mais homem, nem mais perigoso que ninguém. É uma questão de conduta, mesmo. Vivo falando que "nunca fica mais fácil", que o mundo é um lugar que não presta, etc, etc. Um cara desse não pode viver por aí distribuindo sorrisos - nem patadas, convenhamos.

E, bom, também é questão de reverência aos que eu admiro. Vai ver se Dante Alighieri tinha arroubos de jovialidade e estojos da Hello Kitty?

A questão é ser "rude and reckless".


57. E aí, já decidiu os possíveis nomes pro(s) teu(s) filho(s)?
Já sim!

Dexter - por causa do desenho e da série. Quer dizer "que é sábio".

Ícaro - por causa da lenda mitológica. O pai dele era tão parceiro que o empurrou de um penhasco. Isso é parceria! Very Happy O nome tem a ver com obstinação.

Calvin - Apesar do significado escroto (aquele que não tem cabelos), imagino o moleque lendo as tirinhas do Calvin e vendo o próprio nome lá! Very Happy

Haroldo - Significa "comandante do exército". O motivo é o mesmo do acima descrito! O nome é feio, mas ele viraria 'Harry', de qualquer forma. hahaha

Thomas - Quer dizer "gêmeo'. Mas tem a ver com pessoas que eu admiro. Kalnoky, Alva Edison, etc.

Se for menina, a mãe pode escolher - desde que eu concorde! hahahaha



58. Na tua opinião, pau grande realmente faz diferença com as mulheres, ou é mais um assunto pra fazer média com os amigos?
Fazer média com os amigos? Que viadagem do caralho!

Com relação à mulheres, não sei dizer. Claro que um caralho descomunal ajuda no atrito, mas até onde eu sei de sexo (e tudo isso é subjjetivo, então posso estar redondamentre enganado) o tipo de atrito é mais importante que a intensidade. Até porque, já vi alguns vibradores e consolos e nenhum deles parece o pau do King Kong. São mais anatômicos, mas não necessariamente maiores.

O que eu acho que pode influenciar é que o cara, ciente de ter uma banana nababesca, fique cheio de auto-confiança e seja um guru do sexo. Aí entra o desempenho, e não o tamanho.


59. Pq detesta tanto mulher maquiada?
Na verdade eu não tenho nada contra maquiagem corretiva - aquela que os atores usam na Globo, por exemplo.

O que eu não gosto é aquele tipo de maquiagem que as mulheres dizem realçar traços, como batom, por exemplo. Na minha opinião, nem em sonho que uma mulher fica mais bonita de batom vermelho ou preto. No nosso planeta, seres humanos nascem com lábios rosados. E eu os acho bons assim.

Outra coisa, beijar uma mulher com batom é uma bosta. Ainda que seja daqueles que não saem, a sensação da cêra (?) se espalhando entre os lábios não é muito agradável.

Enfim, o que eu quero dizer é: se você é bonita, o será com ou sem maquiagem. se é feia, a mesma regra se aplica.



60. Se algum dia eu conseguir cantar bem, de verdade, topa montar uma banda comigo? \o/ hahahah
Fácilmente, podemos alugar um tempo num estúdio da próxima vez que eu for, juntamos um power trio e cantamos! hahahaha
Tiramos alguma coisa que tenha 3 acordes e muita vontade de fazer barulho e já era!
Bio
Bio
Esforçado
Esforçado
Masculino Número de Mensagens : 539
Reputação : 0
Data de inscrição : 23/10/2008
Localização : Santos - Skacity - SP

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

em Sex Set 04 2009, 10:42
Ayame escreveu:Só pra constar, Darwinismo não é religião xD

Eu não disse que era, olha só:

E o pior é que, sem as religiões, nos sobra a razão. E ela não é muito agradável de se ver. É só comparar:

Religiosos: Humanos são movidos por Deus.
Freudianos: Humanos são movidos pelo sexo.
Darwinianos: Humanos saíram do macaco.
Marxistas: Humanos são movidos por dinheiro.

Coloquei os Darwinianos na parte da racionalidade.

----

1. Concurso Público, profissão ou solução?

Solução, totalmente. Estabilidade, bom salário e jornada de trabalho relativamente simples, quem não quer?
É uma forma que deixar de lado a vida profissional e tentar fazer a vida valer a pena de outras formas. Triste, mas verdade.


2. O que se dança na Sbórnia?

Uma dança inventada pelo grande cientista, autor da teoria heliocêntrica! ÔÔÔÔ!


3. Quando vamos tomar um porre de verdade juntos?
Precisamos de muita tequila pra isso. E que eu não esteja dirigindo. Gosto mais de festinha particulares do que grandes, cê sabe! hahaha


4. Vale a pena?
Se a alma não for pequena.

E tudo vale a pena, se você pensar que esse segundo pode ser o último. O problema é precisarmos de um bom motivo pra tudo que foge ao habitual. Somos acostumados a questionar tudo o que sai da rotina, como os macaquinhos do conto abaixo:

Quatro macacos foram colocados em uma sala. No centro da sala havia um mastro alto com um cacho de bananas pendurado na extremidade. Um macaco particularmente faminto escalou afoitamente o mastro , querendo pegar uma banana. Assim que alcançou a extremidade do mastro para pegar a banana, foi atingido por um jato de água fria lançado por uma ducha acima de sua cabeça. Com um grito agudo, o macaco abandonou sua empreitada e desceu do mastro sem o prêmio. Depois de várias duchas frias, os macacos finalmente desistiram das bananas.

Depois que os primatas foram condicionados, um dos quatros macacos originais foi retirado da sala e substituído por outro macaco. Assim que esse novo e inocente começou a escalar o mastro , seus companheiros o alcançaram e fizeram a criatura surpresa descer. O macaco captou a mensagem - não suba naquele mastro. Após algumas tentativas interrompidas, sem receber uma única ducha fria, o novo macaco parou de tentar pegar as bananas. Um a um, todos os macacos originais foram substituídos. Cada macaco novo aprendia a mesma lição: Não suba no mastro. Nenhum dos macacos novos chegou ao topo do mastro; nenhum chegou a receber a ducha fria. Nenhum sabia precisamente por que estava sendo desencorajado a subir no mastro, mas todos respeitaram o precedente bem definido. Mesmo depois da retirada da ducha, nenhum macaco se aventurou a subir no mastro.

Dance, monkey! Dance.

(Talvez a resposta tenha ficado meio vaga, mas a pergunta era muito ampla!)


5. Mudar o mundo, ou um drink em uma banheira de espuma?
Mudar o mundo, com certeza. Apesar de ser um revolucionário relativamente preguiçoso, ainda tenho essa vontade dentro de mim.
Aliás, a coisa que mais me deprimia na adolescência, era a sensação recorrente de: "queromudaromundomasnãoseicomo".


6. As vezes parece que tu vai explodir, largar tudo. Iria pra onde?
Acho que não fica melhor que isso, não. Não tenho tendências suicidas, mas, hipoteticamente falando, iria seguir o "Mors omnia solvit" (a morte a tudo resolve).
Não fico cansado de aonde estou, fico cansado da vida que levo. hahaha


7. Tu escreve bem (bem bem), mas cuidado pra não ficar chato. Sabe? sauhsa
Ah, eu entendo o que tu quer dizer. Se tiver se referindo à entrevista, ela não pode ser considerada, porque não passa por um crivo muito importante pra quem escreve: o corte final.
Sempre que a gente escreve um texto, tem que, no final, cortar tudo o que esteja sobrando (ou que não faça diferença se for tirado) pra deixar a coisa menos pesada; aqui não faço isso.

Aliás, um dos problemas da minha escrita é ser meio pesada, então tenho que trabalhar isso, mesmo. E valeu pelo elogio! ;*


8. Quem tu traria de volta a vida? (tava vendo reportagem sobre o MJ, sahuhusa)
Putz, que pergunta difícil.
Pra trazer alguém de volta pra cá, acho que teria que ter muita certeza de que lá não é melhor que aqui! hahaha
Não sei, mesmo.


9. O que falta na "cena" brasileira?
O que matou a cena foi o dito "forfun" (não a banda carioca).

4Fun foi um movimento na cena de bandas que queriam tocar sem envolvimento com as causas. Queriam tocar punk rock sem serem políticas, tocas ska sem serem contra o preconceito, etc, etc. Acabou que o que mantinha a galera unida eram os ideais, era o que ter o que discutir antes e depois dos shows. Era não deixar a música morrer, porque senão as IDÉIAS morreriam com a música. Mas as idéias morreram antes e a música ficou vazia de alma.

Há uns anos atrás, por exemplo, todo mundo que curtia ska aprendia a tocar algum instrumento. Eu tinha uns 40 amigos na cena e uns 35 aprendiam a tocar alguma coisa, tinham banda, se envolviam na organização de shows (pequenos, grandes, com lucro, prejuízo, o importante era não deixar a cena morrer). Quando nós crescemos, não tivemos pra quem passar essa bandeira, já que estavam todos "for fun", curtindo o som, sem comprometimento com o que estava acontecendo.

Acabou que a maioria virou emo.

Ska das antigas (exaltando o som e a filosofia do som)

Ska, ska, ska, ska
Get up, get up, get up, ska

Vamos todos pensar, vamos todos cantar,
Esquecer o dia a dia, vamos todos agitar
Ska é liberdade, ska é pura diversão
Contra o racismo, contra a desinformação!

Escuta então o que vamos lhe trazer:
Pega sua garota e dance pra valer!


Ska novo (parecendo Felipe Dylon)

O que eu garanto é um beijo de cinema
Fim de tarde em Ipanema vendo o sol se recolher
O que eu garanto é um beijo de cinema


A diferença tá aí em cima!



10. O que acha de mim? :B (se dizer gorda, morre)
Caralho, dificílimo. Você é uma das pessoas que eu chamaria pra compôr meu exército no dia Z. É coisa de ficar horas conversando e não acabar assunto, de ouvir você falar alguma coisa absurda, raciocinar e pensar "e não é que ela tem razão"?
Ver que, até quando eu discordo de ti, te entendo. Espelho, avesso, outra face da mesma moeda. Complicado definir.
Mas tá aqui, no meu tornozelo, junto do dente de tubarão, todos os dias, acompanhando meus passos. Amo tu. <3
Conteúdo patrocinado

ENTREVISTA: BIO Empty Re: ENTREVISTA: BIO

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum